quinta-feira, setembro 29, 2005

...e mudemos de assunto.

Quando o treinador do Porto diz na conferência de imprensa antes do jogo com o Artmedia, que o Porto vai jogar à Porto, vê-se claramente que não entende o significado jogar à Porto. O F.C.Porto, e desde que a minha memória me consegue transportar, sempre foi uma equipa de sangue, suor e lágrimas. Não estamos habituados a vitórias morais, a jogar melhor do que o adversário e perder, em Portugal essa forma de estar pertence ao Sporting.
Todos os treinadores de sucesso no Porto que vão desde o Pedroto, Artur Jorge, Fernando Santos e acabando no Mourinho, formaram grandes equipas que sempre começaram de trás: Geraldão, Celso, Lima Pereira, Fernando Couto, Jorge Andrade, Jorge Costa, Ricardo Carvalho, são exemplos de centrais que fizerem parte das grandes equipas do Porto. Rodolfo, André, Jaime Pacheco, Paulinho Santos e Costinha são exemplos de trincos que deixavam tudo em campo, num esforço de dragão que empolgava as bancadas das Antas. Este sempre foi o segredo do Porto para conseguir ombrear com as equipas de Lisboa, a dedicação e o esforço que em alturas se confunde com o granito da cidade.
O Porto joga hoje à Barcelona de Cruyft e Van Gaal, mármore polido, o que devo dizer é o futebol mais bonito que até hoje vi. Não tenho dúvidas que o Porto vai ganhar o campeonato português, porque o plantel é o melhor a nível nacional e as equipas portuguesas defendem atrás do meio campo e sempre de olho no ponto, que se torna muito difícil arrancar, devido ao fluxo de ataques e oportunidades que o Porto cria.

2 comentários:

Rogue disse...

no Entanto ontem não ganharam....Não sou do Porto mas tive pena como Português. Acho que quando se joga para a Europa não pode haver rivalidades. Mais uma vez tive pena...Esta semana está a correr mal para as equipas portuguesas....

Comvinha disse...

Ora bém, que os piu,piu, essa ganapada, displicente e indisciplinada, só me dá pr'a dizer carvalhos e folhas.
Anjinhos, é o que é! Pensaram que eram favas contadas, tiveram que enfiar um feijão e a vagem no cú sem lubrificante, canalhada! Onde para o Jorge Costa? Perguntam alguns no lance do 3º golo e no segundo? Aquela faltinha matreira, a cotoveladinha inofensiva ...o tá queto pá, baza daqui, desanda ó malcheiroso.
Não gosto de ver o adversário a olhar para o Porto como se de uma equipa de júniores se tratasse.
Tou trisssssssste e desapontado, mesmo....!!!!!!!