quinta-feira, outubro 06, 2005

33, diga lá outra vez!

É um facto consumado, tenho 33 anos desde as seis da tarde de hoje. Cheguei mais ou menos ao meio do percurso de alguém que não trata o corpo como devia. Olhando para trás em jeito de reflexão, tenho vontade de rir o que convenhamos não é de todo uma coisa negativa. Mas ando cada vez mais com a cabeça no passado. O que poderia ter acontecido se? E se? Será esta constante introspecção a badalada Mid-Life Crisis? A música dos Faith No More não me sai da cabeça. Olho para a minha menina e interrogo-me até quando vou vê-la crescer? Olho para os meus pais e apetece-me abraça-los com força, por coisas que nem consigo explicar. Olho para os meus amigos e ainda os vejo de calções de fato de banho até ao joelho e uma volta prateada no peito (na altura usava-se), para impressionar as miúdas na praia. Lembro-me de jogos de futebol, três contra três, com pedras a servir de balizas, mais importantes que finais europeias, queria jogá-los novamente. Os meus amigos, são quase todos os mesmos e como eu, têm brancas matreiras que povoam o cabelo. Recordo nestas alturas as pessoas que amei e que já não povoam o planeta terra. Depois olho novamente para a minha menina, afasto fantasmas e mostro o peito ao futuro.

5 comentários:

Rogue disse...

Todos passamos por estes periodos de introspecção.... Depois passa... Já agora.. PARABENS...

Cantareu disse...

Não passa não...
É preciso saber "saborea-los". É preciso.

E afinal o que é isso da "mid-life crisis"? Não será o "tirar medidas" para percebermos afinal qual o "fato" que nos irá servir no fim?

Esta é a minha "estreia" neste Blog.
O "dono" não me conhece e eu só o conheço de "raspão", depois de uma noite muito "coltural" aí num bar do Porto onde a "entranhas" falaram mais alto e até a gaita de foles cantou!...
De qualquer forma dizem-me os amigos dos amigos que há coisas que se "encostam" a todos...como estes pensamentos que por aqui vou lendo.

E, já agora...também digo, parabéns.

Nuno Vieira disse...

obrigado

já agora sobre a noite em questão, até escrevi um post no dia 12 de junho!!! E no dia 29 deste mês vamos lá tocar outra vez.

:)

Cantareu disse...

Boa memória!

Vez, a "esclóróse" ainda anda longe!! Ah!Ah!Ah!

A "ber" se vos "bou ber".

Abraços.

francisco carvalho disse...

Parabéns, Nuno!
Comovente a tua reflexão.
Mas qual crise de meia-idade, meu caro?!
;)